Wick_´2.jpeg

Quem é Wick Manfrinato

Warwick (Wick) Manfrinato, 60 anos, nascido em Piracicaba, é engenheiro agrônomo formado na ESALQ/USP, com pós-graduação no Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP).
Pai de dois filhos, é músico, fotografo.
Consultor em sustentabilidade, Wick Manfrinato atuou em organizações mundiais, como a Rio92, UNESCO e Conselho da Terra, Banco Mundial e Fórum Global.
Integrante de Grupo de Pesquisa do Instituto de Estudos Avançados da USP, desde 2003 acompanha as Delegações Brasileiras que participam das Convenções da ONU sobre Clima e Biodiversidade.
Trabalha desde 1993 na elaboração de projetos florestais, agricultura sustentável, reflorestamento e gestão de ativos ambientais. Ministério do Meio Ambiente: entre 2016 e 2017, foi diretor de Áreas Protegidas.

Site político de Wick Manfrinato

Sobre ideias políticas
“Sempre procurei participar, acompanhar, ajudar nossa democracia. Estou convencido de que atuar no campo da política municipal é um caminho de grande valor para qualquer cidadão e quero fazer minha contribuição. Tenho uma proposta para ajudar na renovação dos membros da Câmara Municipal e atuar em áreas que podem melhorar: meio ambiente, agricultura alimentar e acesso à cultura”.

 

Peço seu apoio, pois com a pandemia: 

  • Prometo trabalho, transparência dos meus atos e ser acessível às pessoas que, junto comigo, queiram dialogar e ajudar na política local.

 

Alguns dos meus pleitos:

 

  • Defendo a agricultura sustentável, ou seja, a somatória da produção agrícola com a preservação da natureza.

  • Defender o meio ambiente significa garantir qualidade de vida e zelar pela saúde da população.

  • Nas cidades e no campo, os recursos hídricos e a biodiversidade são essenciais à existência humana. Todas as formas de poluição precisam ser combatidas.

  • Emprego e empreendedorismo com novas tecnologias para uma sociedade criativa, construindo a economia sustentável do futuro.

  • Acima de tudo, acredito no valor da educação para criar uma sociedade mais justa e equilibrada.


Propostas

Gerais

  • Proteção ambiental: (i) florestas locais, (ii) água e rios e (iii) poluição atmosférica

  • Agricultura sustentável de produção de alimentos locais

  • Cultura nos bairros: educação música instrumental e capoeira nas escolas

 

Especificas

  • Ampliar as áreas de lazer, parques urbanos e áreas protegidas locais.

  • Trânsito mais seguro, calmo e adequado para ciclovias, cadeirantes e pedestres.

  • Combater a poluição sonora nas cidades, controlando o barulho de veículos em geral, ônibus, caminhões e frotas de transporte público.

  • Melhorar a produção de alimentos no município: agricultura urbana, agricultura natural e orgânica, apoiando sistemas biológicos de defesa sanitária vegetal.

  • Proteger e recuperar as nascentes d’água dos municípios e executar programas de proteção das matas ciliares e proteger as árvores no ambiente urbano.

  • Implementar novos programas de pagamento por serviços ambientais aos agricultores que protegerem a biodiversidade.

  • Implementar programas municipais para fiscalizar a qualidade dos alimentos, comercializados sem resíduos de agrotóxicos.

  • Aprimorar os mecanismos de participação da sociedade na defesa ambiental, através do fortalecimento dos CONDEMAS.

  • Lutar pela defesa ambiental da bacia do Rio Piracicaba promovendo modelo para o Estado de São Paulo.

  • Apoiar a cultura, a música e as artes, nos bairros e nas escolas, estimulando a criatividade das pessoas.

  • Fortalecer a capoeira e outros esportes como forma de elevar o espírito solidário e coletivo na sociedade.